segunda-feira, 6 de dezembro de 2010

Gênero Textual-Cardápio

CARDÁPIO
TIPO TEXTUAL: INFORMATIVO / DESCRITIVO
GÊNERO TEXTUAL: CARDÁPIO

Características do Gênero Textual Cardápio
O gênero Textual Cardápio é de Cunho informativo, tendo como objetivo orientar e informar as pessoas sobre os pratos/produtos oferecidos no estabelecimento.
Seu tipo textual é descritivo, onde descreve os pratos e os ingredientes do prato em questão.
Esse gênero textual serve para informar as pessoas(clientes) sobre os tipos de alimentos servidos no local em questão. Os cardápios podem variar de acordo com o local, e podem ser utilizados em restaurantes, bares e lanchonetes, e locais similares.
Geralmente a estrutura de um cardápio é organizada de maneira que o produto seja seguido de seu preço, sendo estruturados um abaixo do outro, sendo separados por categorias.
As principais características contidas em um cardápio são:
* O nome da empresa
* Categorias( entrada, sopas, bebidas, sobremesas)
*O tipo do prato( pode vir especificando os alimentos contidos, ou não)
*O valor do prato

CRÉDITOS: http://camilacolombeki.blogspot.com/




Pizzaria Piabetense

Pequena Média Grande
Mussarela R$18,00 R$20,00 R$22,00
Calabresa R$20,00 R$22,00 R$24,00
MargueritaR$22,00 R$23,50 R$25,00
Camarão R$24,00 R$26,00 R$27,50
Chocolate R$26,00 R$27,50 R$29,00

Gênero Textual-Artigo de Opinião

Novas concepções de Educação

As tecnologias de informação tem atuado na educação ainda de forma tímida,entretanto se consideramos o contexto atual de sociedade em que estamos inseridos não podemos evitar,ou melhor dizendo negar o seu uso na educação. Os alunos usam em todo tempo essas mídias,pois elas fazem parte do seu cotidiano,entendo que seja a hora da escola começar a entender que a partir delas poderá desenvolver projetos em sua sala que envolverão os alunos e também terão seu princípio educativo preservado.

Contudo,para que isso ocorra é preciso que o professor tenha uma nova visão na sua prática e mexer nesse “mundinho” tão impenetrável da escola por muitas vezes pode ser difícil,partindo do princípio que mudanças quase sempre não são bem vindas no âmbito educacional. Mas com,determinação e boa vontade os resultados começam a aparecer.

Não quero com isso dizer que o uso da tecnologia vá resolver o problema da educação,até porque isso seria um discurso falso,como muitos outros que existem por aí quando se fala em educação mas enfatizo que se a escola tem como função principal preparar um cidadão crítico e consciente,deve fazer isso em um todo,deve situá-lo na sociedade,então porque não incluir em nossa prática essas tecnologias.

Finalizando,creio que o que fará toda a diferença será o olhar do professor,sua atuação perante a turma pois isso é que fará a diferença e determinará o sucesso ou não dessas mídias na educação.

Gêneros Textuais- Texto produzido por: Carine Souza ,Priscila Rodrigues e Thayná Moreira


Gêneros é a comunicação que acontece diariamente de forma oral ou escrita, é uma forma de organizar a linguagem no meio social. A língua e tida como forma social histórica, a sua característica na sociedade é de estrema importância através dela acontece às relações sociais seja ela cognitiva (conhecimento, aprendizagem), comunicativa (interação com o outro) ou institucional (relacionadas as instituições).
Sendo assim, os gêneros foram divididos em tipos textuais, para então compreender melhor que momento usar cada tipo de gêneros textual, sendo os mais conhecidos o telefonema, sermão, carta comercial, carta pessoal, romance, bilhete, reportagem, aula expositiva, reunião de condomínio, notícia jornalística, horóscopo, receita culinária, bula de remédio, lista de compras, cardápio de restaurante, instruções de uso, inquérito policial, resenha, edital de concurso, piada, conferência, carta eletrônica, bate papo por computador, aulas virtuais, conto, crônica, lenda, fábula, etc.
Cada um desses gêneros precisa de um estudo especifico, pois todos os gêneros têm a sua característica, ou seja, ele é apresentado de maneira diferenciada (narração, descrição, dissertação, diálogo, injunção, entrevista), Essas tipologias textual permitem a compreensão de um determinado texto que circula no nosso meio social, ajuda identificar o que o autor quer nos dizer através do uso da escrita.
Então é importantíssimo trabalhar os gêneros e as tipologia textual dentro de sala , assim os alunos terão uma compreensão melhor em identificar o que o seu meio que informar através da escrita , assim ela sendo algo indispensável para formação de pessoas criticas no meio social .

sexta-feira, 3 de dezembro de 2010

Gênero Textual-Fábula

Fábula é uma pequena narrativa em que se aproveita a ficção alegórica para sugerir uma verdade ou reflexão de ordem moral, com intervenção de pessoa, animais e até entidades inanimadas. (Modeiro Dicionário de Língua portuguessa-Michaelis)

Características das Fábulas:

A fábula trata de certas atitudes humanas, como a disputa entre fortes e fracos, a esperteza, a ganância, a gratidão, o ser bondoso, o não ser tolo.

Muitas vezes, no finalzinho das fábulas aparece uma frase destacada chamada de MORAL DA HISTÓRIA, com provérbio ou não; outras vezes essa moral está implícita.

Não há necessidade de descrever com muitos detalhes os personagens, pois o que representam nas fábulas (qualidades, defeitos) já é bastante conhecido.

Tempo indeterminado na história.

É breve, pois a história é só um exemplo para o ensinamento ou o conselho que o autor quer transmitir.

Conflito entre querer / poder.

O título não deve antecipar o assunto, pois não sobraria quase nada para contar.

A resolução do problema deve combinar com a sua intenção ao contar a fábula e com a moral da história.
CRÉDITOS: http://www.alessandrataelp.blogspot.com/
http://conexaoeducandoeaprendendo.blogspot.com/

A Girafa e a Bicharada

Era uma vez uma floresta onde a bicharada vivia em paz e harmonia e todos eram felizes,ou melhor dizendo quase todos eram felizes menos a pobre da girafa que sofria de tanto que era perseguida,os bibhos pegavam no pé da pobre só por causa da sua altura,toda vez que ela ia dar seu passeio matinal pela floresta escutava:-Fala altona,como vai aí em cima!!!!
-Oh!Cuidado pra não bater a cabeça na arvore!!!
E assim a girafa vivia triste e infeliz sendo a chacota de todo mundo.Um belo dia,houve um terrível incêndio na floresta,destrui quase tudo,foi uma correria pra se salvar eles precisariam se abrigar na parte mais alta da floresta onde só tinham árvores enormes mas nem toods os bichos conseguiam chegar ao alto das arvores,quando todos estavam desesperados eis que a girafa aparece e com voz de calma diz:Eu posso ajudar vocês!
E assim foi,a girafa foi colocando os animais em se longo pescoço e foi ajudando de um a um até que todos estivessem seguros.Depois que tudo estava resolvido,os animais não tiveram escolha e pediram desculpas aquela que foi a grande salvadora de todos eles e nunca mais a zoaram.

Moral da história:Nunca desdenhe de ninguém,pois um dia você pode precisar dele!!!


A imagem “http://2.bp.blogspot.com/_xFNAVAZtUl4/S-H-9ulULmI/AAAAAAAAB6Y/UCHF8Utx-v8/s400/girafa2.jpg” contém erros e não pode ser exibida.

Gênero Textual-Charge

A charge é um gênero textual utilizado para ironizar algo ou alguém.Expressa uma opinião sobre detrminada situação,normalmente estão inseridas dentro de um contexto histórico.


O efeito do tempo....


As meninas super poderosas
http://www.desenhosparaimprimir.net/wp-content/uploads/2010/10/As-Meninas-Super-Poderosas-3.jpg


se tornarão um dia em......

as meninas super horrorosas

http://eupodiatamatando.com/wp-content/uploads/2008/05/meninas_super_poderosas.jpg

Gênero Textual-Receita

A recita é uma fórmula para a preparação de produtos industriais ou de economia doméstica.A partir dela o leitor consegue se orientar e fazer o que é proposto mesmo que nunca tenha o feito antes.

Salpicão de Frango
Ingredientes:
2 sacos de batata palha
1 peito de frango grande
1maionese
1 lata de milho
1 lata de ervilha
Passas


Modo de preparo:
Após limpar o frango,o coloque na panela com cebola e deixe cozinhar,quando o frango estiver pronto o desfie e espere esfriar após isso,coloque em uma travessa o frango desfiado e o resto dos ingredientes e misture,coloque na geladeira e estará pronto pra ser servido.Bom apetite!!!


http://1.bp.blogspot.com/_pMZHVNyM0Ws/TDijlGAmhsI/AAAAAAAAAME/uF_PhTvGMtI/s1600/a_salpicao-700.jpg

Reflexão dos vídeos (Identidades docentes na era do letramento digital,O gêneros digitais e a descoberta da autoria em textos acadêmicos eNarradores d


Esses três textos mostram a importância da escrita e do letramento no mundo atual, mais compreendendo uma escrita e uma leitura mais ampla que o tradicionalismo, mais que acompanhe o avanço tecnológico do mundo, como no filme“Narradores de Jávé,” não vivemos em um mundo isolado, temos a necessidade em nos adequar ao meio social, indo além do tradicionalismo, apresentando os diferentes gêneros que são compostos nosso meio social.
Nós como educadores temos que repensar nossas práticas no mundo tecnológico, temos que ter nossa identidade docente na era digital, entendendo que somos auxiliadores dessa aprendizagem. Quando surgiu a era digital muitos educadores tinha medo de perder o seu lugar para tecnologia e hoje, o professor enxerga essa era digital como um auxilio para a aprendizagem. A sociedade também sofreu com a chegada da tecnologia, houve então o desemprego, pois a tecnologia exigia a qualificação desses profissionais, não sendo só necessária a mão-de-obra mais também o conhecimento tecnológico, acontecendo então um reflexo no cotidiano escolar. Hoje a educação deve ser muito mais ampla em relação ao conhecimento, o educador precisa renovar e adequar suas práticas ao mundo tecnológico como fez o professor Araújo, que usou a tecnologia para reinventar a sua aula, para explicar gêneros acadêmicos, através, do uso do blog e do fórum, ele percebeu como teve avanços no conhecimento de seus alunos até mesmo de seus bolsistas.
Devemos compreender que era tecnológica faz parte do avanço da nossa sociedade, a educação precisa obter uma identidade mais tecnológica, afim de contribuir de todas as formas para a formação dos nossos discente, reelaborando aulas e espaço de aprendizagem para que seja uma fonte de novos aprendizados e de conhecimento.